12 de fevereiro de 2012

Caipirinha

Brasil, o que vem a cabeça de um gringo quando se fala em Brasil? Praias? Bundas? Talvez. Mas se o nosso amigo for um "maguaceiro" de primeira ele vai falar logo da "marvada" cachaça. Né Kai Hansen?  (Quem foi pro show do Gamma Ray em 2008 sabe do que eu tou falando).

O principal coquetel feito com cachaça, ou aguardente de cana para os puristas, é a conhecida caipirinha que hoje é um dos coqueteis mais consumidos do mundo, do mundo, do mundo. Mas assim como cada brasileiro escala uma seleção diferente e diz que a sua é melhor a caipirinha é tratada do mesmo jeito. Mas será que como o povo faz por aí ta certo mesmo? Vamos ver na constituição do Brasil o que diz. (Sim, tem a caipirinha na constituição brasileira, assim como a cerveja na da alemanha)

Decreto nº 6.871, de 2009: § 5º A bebida prevista no caput, com graduação alcoólica de quinze a trinta e seis por cento em volume, a vinte graus Celsius, elaborada com cachaça, limão e açúcar, poderá ser denominada de caipirinha (bebida típica do Brasil), facultada a adição de água para a padronização da graduação alcoólica e de aditivos.

Então amigo, se você coloca leite-consensado na sua caipirinha ela pela lei não é uma caipirinha. Sorry. Mas então "comofas"? Você vai precisar de um copo de caipirinha, que é um old-fashioned maior, ou se não tiver pode usar um copo on the rocks (aquele que seu tio boêmio e rico bebe whisky com gelo. Um socador, também conhecido como pistilo. E vamos aos ingredientes:

  • 2 limões-taiti médios
  • 3 colheres de chá de açucar refinado
  • Gelo picado de prefencia
  • 60 mL de cachaça 
Para preparar, corte o limão em cubos retirando a parte branca mediana, pois ela deixará sua caipirinha amarga, depois adicione o açucar, use o socador para extrair o suco do limão e misturar com o açucar. Depois adicione o gelo e a cachaça por cima do gelo.Decore com duas rodelas de limão dentro do copo. Misture com uma colher e sirva.

Logo abaixo vem o tradicional video de Como Fazer:


Caipirinha from Handerson Ribeiro on Vimeo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário